segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Ser criança.


Eu não quero crescer e nem abandonar meus amigos imaginários. Ter compromissos, cumprir horários, deixar de ir para a escola. Eu não quero crescer! Eu não quero parar de brincar com a minha boneca e nem deixar de usar um laço cor-de-rosa na cabeça. Eu não quero e não posso crescer. Deixar que a esperança e alegria de criança deixem de existir em mim. Deixar que o sorriso dê lugar a lágrimas de tristeza ou de desgosto. Não vou crescer! ver um mundo cinza, quando na verdade ele é pintado com lápis de cor e giz de cera. Eu quero ser criança, para sempre. Ser alegre, ter amizades, saber achar felicidade em coisas simples, como uma partida de bolinha de gude. Quero ser criança pra sempre, em todos os atos e atitudes, em todas as decisões. Ser criança é simples. Infância é um estado de espírito, é quando mais sonhamos. E eu? Eu não quero deixar de sonhar. 
Postar um comentário