quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Meu Éden.

Eu tenho um jardim cheio de flores lindas. Tenho rosas de todas as cores, tenho margaridas, crisântemos, jasmins, girassóis, Azaléias, orquídeas, enfim, eu tenho flores de todos os tipos. Umas mais cheirosas, outras mais bonitas. No meu jardim, sempre tem um cantinho para plantar uma nova florzinha. E eu tento cuidar, todos os dias, dessas minhas flores. Tento cuidar para que elas não morram e não me deixem. Eu amo muito essas minhas flores. Mas, como em todos os jardins, no meu também aparecem, de vez em quando, ervas daninhas. Esse inço cresce rápido demais, deixando meu jardim  horrível.  Eu custo a perceber a existência delas porque muitas me enganam, porque quando estão nascendo, elas  são belas. Mas, com o tempo, eu percebo que elas além de perderem a beleza, vão destruindo as outras flores que eu cultivo. Esse mato quer destruir meu jardim! Quer deixá-lo triste e sem vida. Quer acabar com as flores que eu cultivo todos os dias e com os espaços reservados para minhas novas plantinhas. Mas, com o tempo, conseguirei exterminar todas as ervas daninhas do meu jardim e ele será como o Éden, lindo para sempre. 
Postar um comentário