terça-feira, 26 de julho de 2011

Algumas pessoas deveriam ter nascidas mudas.

É fácil falar dos outros. Muito fácil. E todo mundo fala mal de alguém, não venha me dizer que você não fala, porque fala sim. É mal do prefeito, mal do fulano, mal do cantor etc. Julgar a vida dos outros é a coisa mais fácil desse mundo. A gente não a vive.
Primeiro, poxa, a Amy morreu. Tá beleza! Ela era uma drogada do caramba? Era. Mas, o que os fãs delas lamentam não é a drogada Amy ter perdido pras drogas e sim a talentosa artista ter partido tão cedo. E não venham me dizer que a “bicha” não era uma baita de uma artista, porque ela era sim!
Outra coisa, eu tenho minhas crenças, minha religião. Algumas pessoas precisam fazer todo dia uma lavagem cerebral nas outras? Parem com isso. Deus (se ele existe) é um só. Parem de citar que ele quer isso, quer aquilo. Que quem usar isso vai abraçar o capeta etc. Parem de explicar TUDO com fundamentos bíblicos. Tem gente que diz que é de Deus, mas parece um diabo fuxicando sobre a vida dos outros. Vão se converter vão. Não é assim que vocês falam. 
E por fim, uma coisa que aconteceu ontem, me fez mudar uns pensamentos que eu tinha. Todo mundo tem defeitos. Todo mundo! Alguns são mais impossíveis de outra pessoa conviver, mas, fazer o que? Bom, somos todos diferentes. Iguais só gêmeos e olhe lá! Porque os pensamentos e a personalidade são diferentes. Poxa! Se fulano fez isso ou aquilo (te acalma aí Cecília) é porque tem um motivo.  Eu tenho meus defeitos e são insuportáveis. A gente tenta mudar pra melhor, mas nem sempre funciona.
Este texto ta sem sentido, mas, o importante é desabafar. E eu quero dizer uma coisa que é importante pra todos. Se for pra falar besteira, fique quietinho! Mudinho! Não fique falando coisas que você não sabe. Não fique julgando quem você não conhece, aliás, não julgue. Tente fazer isso. Tente ver as pessoas com outros olhos. Pessoas que entram em caminhos que são avessos ao da sociedade têm seus motivos. E eu nem to mais falando da Amy. 
Postar um comentário