segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Um domingo, uma janela.

Um domingo ensolarado.
Uma fotografia perfeita.
Aqui da janela, eu consigo ver o menino jogar bola.
A menina brincando com sua boneca.
Consigo ver a “vózinha” tricotando.
Aqui dessa janela, nesse domingo ensolarado,
eu consigo ver as folhas voarem com o vento.
E consigo ver a tranquilidade desta cidade.
Eu consigo ver tudo da minha janela.
Consigo ver, inclusive a felicidade das pessoas.
Tão amadas por quem está em sua volta.
Aqui nesta janela, eu consigo perceber
o quanto o mundo se parece bom.
Mas, eu não consigo me imaginar
sendo observada por alguém
numa janela,
num domingo ensolarado.
Postar um comentário