sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Onde andará?

 
Por onde andará aquela menina
Que atravessava a cidade
Em longos e rápidos passos?

Aquela menina que estragava suas mãos
Esfregando paredes encardidas
Na tentativa de ser alguém mais independente

Aquela menina que se preocupava com a sua beleza
Era vaidosa.
Vivia bela.

Aquela menina que sonhava ser alguém na vida.

Onde estais, menina querida?
Será que estais adormecida?
Ou realmente, estais falecida?
Junto com tudo aquilo
Que um dia, eu sonhei pra minha vida.


Postar um comentário