terça-feira, 13 de dezembro de 2011

deixe.

Cheguei aqui
No fundo deste poço
E agora
Não há ninguém para me ajudar
Não existe uma mão amiga que consiga me puxar
Me trazer de volta.

Deixem-me aqui
Eu mereço toda essa escuridão.
Sem amor, amizade
Sem carinho.
Vivendo apenas a minha solidão.


Deixe-me findar esta alma.
Esta, que a mim pertence.
Deixe meu corpo morrer com ela
Deixe-me esquecer que um dia fui capaz de amar alguém
Deixe-me aqui acabando.
Ao menos, morrerei em paz.



30/12/08
Postar um comentário