domingo, 13 de novembro de 2011

Que coisa né?

A vida me ensinou tanta coisa. Aprendi com os erros e acertos. Aprendi com as pessoas. Mas, a gente sempre tem esperança que tudo saia de acordo com o que planejamos ou cremos. Mas, a vida é assim, uma montanha russa. Como dizem pelos twitters da vida, se fosse fácil se chamaria periguete e não vida. Mas, o que hoje eu pude aprender é que eu sou feliz comigo mesma. Com as minhas amizades, minhas crenças, meus livros e meus rabiscos. Não podemos esperar que outra pessoa nos traga felicidade, pois como já disseram na música: “Felicidade não se compra pois ela é você mesmo quem faz.” Eu tenho apenas 22 anos e às vezes penso que já vivi demais. Besteira! A vida apenas começou. Não posso deixar que a inveja e o pessimismo de todos ao meu redor me derrubem. Me formei esse ano e ainda terei muita oportunidade na vida, apesar de estar desempregada. Não tenho e nunca tive namorado, mas não preciso de homem nenhum para ser feliz. Eu tenho consciência que o amor move o mundo. Só que as pessoas apenas conhecem o amor erótico, de homem para mulher. Desconhecem o amor universal. E graças a Deus (ou ao que você acredita) eu já aprendi que devo amar tudo e todos. Principalmente o que escolho para seguir comigo. 
Postar um comentário