domingo, 13 de janeiro de 2013

Vou abrir uma confeitaria.


Quem aqui nunca ganhou um bolo? Não! Não é aquele delicioso que a gente saboreia no café da tarde. É um bolo mesmo. Você combina algo com seus amigos e quando chega a hora, a pessoa não aparece. Esse bolo, muitas vezes, é amargo e, nem de longe, se parece com um bolo de chocolate.
Porém, antes de sair por ai julgando, é preciso analisar as desculpas, eu quero dizer, justificativas que a pessoa em questão dará. Vai que tem alguém morrendo.
Eu acho que, sei lá, se a pessoa não tá querendo sair contigo, porque ela tem todo o direito disso, ela não deve combinar nada contigo. A pior coisa que existe é tu deixar alguém te esperando. Quando desmarcam em cima da hora, dá um trabalhão se desarrumar. Vocês sabem, né meninas, o quanto é chato tirar a maquiagem. Mas, o mais difícil é tirar aquele sentimento de raiva que fica em nosso coraçãozinho. Poxa vida! Todo mundo tem sentimentos (menos psicopatas).
Dependendo do compromisso combinado, levar um bolo (de verdade) na cara dói menos do que um "ixi, hoje não vai dar".
Mas, acho que isso faz parte da vida né? Quem aqui nunca deu um bolo em alguém? Quem? Tenho certeza que, pelo menos uma vez na vida, você já deixou alguém na mão.
O que nos resta é ~tentar~compreender e brincar com a situação.
Não ficam dizendo por ai que se a vida nos der um limão, devemos fazer uma limonada? Então, se alguém te der um bolo, abra uma confeitaria.
Postar um comentário