segunda-feira, 9 de julho de 2012

Normal

O que é ser normal?
Ser magro, tirar as melhores notas, ser rodeado de amigos, ter as duas mãos, os dois olhos perfeitos, andar e ter dinheiro?
Eu não sei. Eu acho que nossa concepção de normalidade está bem defasada. Uns defendem que crianças “deficientes” têm que morrer na barriga da mãe, outros que elas precisam ser criadas excluídas da sociedade. Uns defendem ser bonito é ser magro, com cabelo liso, loiro e olhos azuis. E, Deus me livre, se você usar óculos de grau.
Sabe o que eu acho? Que esses padrões que a sociedade nos impõe são todos idiotas. Quase todo mundo possui as mesmas coisas: dois olhos, uma boca, pele, músculo, tecido adiposo, tecido nervoso etc. A vida é bem mais do que tentar ser aceito pela sociedade. Acho que temos que nos amar do jeito que somos, a não ser que sejamos um estuprador, um assaltante, assassino, psicopata etc.
Se nós somos pessoas boas, com sentimentos bons, devemos nos amar por isso.
Não vejo ninguém elogiando a moça que ajuda a velhinha com as sacolas de compras, mas, sim a moça gostosa que usa calça colada e faz academia.
Eu não sou padrão pra ninguém seguir. Ainda preciso aprender a me amar muito mais. Mas, se é pra eu ser normal, seguindo o que os outros me dizem, me impõem, eu prefiro me juntar a parcela de anormais, “mongóis”, “autistas” e felizes que estão espalhando seus dejetos na cabeça dos hipócritas da sociedade. 
Postar um comentário